Nova Escola de Marketing

5 dicas de como Vender Mais mesmo com a crise

O Brasil vem passando por momentos turbulentos em termos de economia. Cenário este, que se agravou no ano de 2015. Com isso, empresas e governo tiveram que implementar políticas de redução de custos, aumento do desemprego, de impostos, da inflação e uma grande insatisfação geral. Aqui, o desafio de vender mais, mesmo com a crise, se torna muito maior, devido a instabilidade política, que deixa os investidores e consumidores mais receosos.

Os diferentes tipos de mercado reclamam que a crise atingiu em cheio as vendas de serviços e produtos. No entanto é possível, em tempos de crise, criar oportunidades, continua com bom desempenho e conquistar novos clientes.
É preciso repensar estratégias, ficar mais atento à concorrência e usar da criatividade.
Mas a crise de forma alguma é um empecilho para você vender mais e

1) Mude a atitude e diversifique seu negócio
Não reclame da crise. Isso não vai adiantar nada. Reveja suas estratégias de venda. Utilize técnicas diferentes de marketing e vendas. Aproveite para aprimorar seus conhecimentos.
A crise é uma mudança de cenário que te obriga a mudar de postura. É um desafio.
Se sua empresa é uma agência de turismo, por exemplo, as viagens tiveram uma queda, principalmente as internacionais por conta da alta do dólar, por que não pensar em criar uma unidade para vender entretenimento (ingressos para shows, espetáculos), oferecer uma diária de hospedagem por exemplo.
É importante estar atento ao mercado e as oportunidades para que você diversifique seu negócio.

2) Ouça sua equipe e mantenha-a motivada
Em tempos de crise, é preciso ter humildade e ouvir a todos. Faça reunião periódicas com sua equipe de todos os departamentos, principalmente o de venda.
Faça uma pequena apresentação de como a crise está afetando a empresa e peça ajuda aos colaboradores. Muitas sugestões, ideias inovadoras e criativas podem surgir. Dê oportunidade para todos falarem. A solução pode estar dentro de casa.

Seja completamente honesto sobre a situação econômica da empresa e transparente sobre o futuro, por exemplo, se há algum risco de redução de carga horária e salário e até mesmo de demissão.
E principalmente, mantenha sua equipe motivada. Mostre que se todos ajudarem e se mantiverem motivados, é possível enfrentar os tempos difíceis.
Seus funcionários são as primeiras pessoas que precisam acreditar na sua empresa e na sua marca. Neste sentido, é muito importante trabalhar fortemente com formação e treinamento de sua equipe de vendas nesta época!

3) Corte gastos desnecessários
Nos momentos de crise, desapegue e corte gastos. Reveja seu orçamento, seu plano de negócios e de marketing e analise onde você cortar ou economizar. Despesas físicas podem ser reduzidas, como água, luz, telefone, gasto com material de escritório e gráfico é um ótimo ponto de partida.
Marque reunião com seus fornecedores e tente renegociação os contratos, combinar descontos ou promoções, para manter o fluxo de caixa positivo e conseguir manter o preço atrativo para o consumidor final.

4) Coloque-se no lugar do cliente
Lembre-se que não é somente as empresas que sofrem com a crise. O seu cliente também está. Portanto, dedique mais tempo em conversar com o cliente, entender por que ele não vai levar o produto ou serviço para que você possa pensar em soluções para incentivar a compra.
É importante ter bons preços com produtos de boa qualidade, o popular bbb – bom, bonito e barato! Faça promoções, ofereça descontos nos produtos e apresente condições diferenciadas de pagamento.
Demonstre empatia e mostre que ele é importante para você e que você está fazendo de tudo para ajudá-lo a obter aquele determinado produto ou serviço. Fique atento as novas necessidades dos seus clientes. É uma ótima oportunidade de satisfazê-los e por consequência fidelizá-los. O cliente não esquece disso.
Após esse investimento em manter seus clientes existentes diante da crise, o próximo passo é torna-los fãs da sua marca, da sua empresa, do seu serviço ou produto. Use as redes sociais para compartilhar informações, novidades, promoções, concursos. Isso vai te ajudar a ter incremento nas vendas!
As pessoas vão começar a divulgar o seu conteúdo, recomendar sua empresa, determinado produto, por que simplesmente já confiam na sua marca e nos benefícios oferecidos.

5) Estude o mercado e se organize
O empreendedor que deseja passa pelo cenário da crise e continuar a vender, precisa estuda o seu nicho de mercado, bem com o cenário econômico de uma maneira geral.
Faça cursos de extensão, participe de palestras, leia artigos, ebooks. Mantenha-se informado sobre tudo que está surgindo, novas tecnologias, aplicativos, etc.
É importante manter sus ideias e o planejamento sempre em concordância com as informações atualizadas sobre seu mercado.
Mantenha a organização no planejamento. Sem organização não há crescimento. Organize sua rotina para fazer seu tempo render o máximo possível. Se seu negócio não tem uma ferramenta de gestão de pedidos, estoques, etc. Esse é o momento ideal para investir num software que vai te ajudar a reduzir erros e aumentar a produtividade da empresa.
Desta forma, não há crise que afete diretamente seu negócio. Lembre-se que mesmo com crise, empresas e pessoas continuam consumindo. O que muda é o processo de decisão de compra. Por isso, é muito importante entender isso e trabalhar para que sua marca seja vista com um alto valor. Suas vendas irão aumentar, mesmo com a crise no país!

Rafael Rez

Autor do livro "Marketing de Conteúdo: A Moeda do Século XXI". Possui MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 2013. Fundador da consultoria de marketing digital Web Estratégica. Além de Empreendedor e Consultor, é Professor de Pós e MBA em diversas instituições de ponta. Em 2016 fundou a Nova Escola de Marketing.

Opinar





Patrocinadores

Web EstratégicaMonetizze

Mantenedores

LaharSEMRushLeadLoversSambatechClint.digitalUnbounce

Marketing focado
em resultados!  

Receba o melhor conteúdo de marketing no seu e-mail toda semana: