Nova Escola de Marketing
Black Week Marketing Digital

Contorne a crise econômica fidelizando clientes com Marketing de Conteúdo

A crise política e econômica do Brasil está afetando todos os segmentos, de construção ao de turismo. E, quando a grana aperta, um dos primeiros setores das empresas a sofrer cortes de colaboradores e investimentos é o de comunicação. Mas será mesmo que essa é a melhor saída?

Começamos lembrando da máxima: empresas que não são vistas, não são lembradas. E, se esse é o ano de fazer as escolhas certas, pense duas vezes antes de diminuir a verba de publicidade. Explicamos o porquê: é a forma mais efetiva, e barata, de você se relacionar com o público e construir ou solidificar a fidelização.

Marketing de Conteúdo

Se a ideia é buscar eficiência, produtividade e otimização nos resultados, gere conteúdo de qualidade.

A lógica dessa estratégia você já sabe: quanto mais relevante for seu conteúdo, melhor será o posicionamento do seu blog ou site no Google; mais chances de puxar o consumidor para sua plataforma e, então, estreitar o funil de vendas, garantir confiança, fidelizar e, por fim, gerar conversões. Conteúdo trabalha dúvidas e rejeições dos consumidores na decisão de compra e também continua o relacionamento.

Em tempos de crise, retenção de clientes é a palavra de ordem, já que conquistar é mais que um desafio. Então, se está difícil para sua empresa, está difícil para o bolso do seu cliente também. Veja-o como um parceiro e esteja sempre por perto, atualizando-o com novidades do segmento ou do seu negócio e ajudando-o em problemas que você pode dar a resposta, pois tem autoridade no assunto.

Desta forma, você acaba fixando o nome de sua marca na cabeça não só de clientes, como de leads também (top of mind), transformando-se na primeira escolha quando quiserem comprar algum produto ou serviço do seu segmento de atuação.

Abaixo estão algumas dicas para você fidelizar leads e clientes por meio do conteúdo. Acompanhe:

Inbound Marketing: uma boa maneira de estreitar o relacionamento com o público-alvo, nutrindo-o com informações objetivas e personalizadas, de acordo com o nível em que ele se encaixa no seu funil de vendas.

– Storytelling: quer um jeito interessante de chamar atenção do seu potencial consumidor? Conte histórias. Insira seu conteúdo em enredos fictícios, como se estivesse narrando um fato que aconteceu com a sua persona, ou ainda compartilhe histórias reais de quem já esteve em contato com o seu produto. Se possível, envolva a trama em um contexto emocional. Cada vez mais as pessoas se ligam às marcas por empatia e identificação, não apenas pelas características do bem de consumo. Neste sentido, nasce mais um ponto de conquista para as empresas: ser/estar no share of heart dos consumidores.

SEO: utilize a técnica para elevar as chances de sua plataforma aparecer entre as primeiras em um resultado de buscas e aumentar o tráfego de visitas. Aqui cabe salientar a necessidade de implementar o método tanto na construção do conteúdo quanto na formatação do código de HTML.

Mídia

Se decidir investir em Links Patrocinados e Facebook Ads, melhor ainda. Até porque, a publicidade online tem melhor custo-benefício que a tradicional. Com ela, é possível acompanhar e mensurar a campanha em tempo real, podendo fazer alterações sempre que necessário. Além disso, a taxa de conversão é consideravelmente maior se levar em conta o uso da hiper segmentação, diferentemente das mídias offline em que o alcance é massivo.

Rafael Rez

Autor do livro "Marketing de Conteúdo: A Moeda do Século XXI". Possui MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 2013. Fundador da consultoria de marketing digital Web Estratégica. Além de Empreendedor e Consultor, é Professor de Pós e MBA em diversas instituições de ponta. Em 2016 fundou a Nova Escola de Marketing.

Cursos de Marketing Digital

1 Opinião
















Patrocinadores

Web EstratégicaMonetizze

Apoiadores

SEMRushLeadLoversSambatechUnbounceHuggyDigital Manager Guru