Nova Escola de Marketing

Matriz SWOT: analise a situação atual do seu negócio

A elaboração de uma matriz SWOT é um poderoso recurso adotado por muitas empresas para entender em que condições a instituição se encontra e quais são as dificuldades e desafios no estado atual da companhia. O termo SWOT vem do inglês e é uma junção das iniciais de strengths (forças), weaknesses (fraquezas), opportunities (oportunidades) e threats (ameaças).

Essas quatro palavras definem muito bem os pontos que devem ser focados na elaboração do planejamento estratégico, tanto no ambiente interno como no externo. A análise dessas vertentes pode ser feita de forma simples, e garante maior clareza para os gestores em relação ao que está dando certo e quais as deficiências da empresa. Além disso, o entendimento das forças que estão fora da área de influência da organização também permite um planejamento estratégico mais eficiente.

Meio interno e externo da companhia

Os fatores examinados em uma matriz SWOT possuem foco principal no ambiente interno e externo da companhia. As forças e fraquezas são estudadas dentro do local de trabalho, enquanto as oportunidades e ameaças correspondem aquilo que vem de fora das dependências da entidade.

Neste contexto, é importante observar que, a identificação de forças e fraquezas é um ótimo mecanismo para preparar melhor a empresa para os desafios que surgem no ambiente externo. As qualidades e deficiências internas podem ser superadas e planejadas através da experiência e pesquisa dos gestores, o que ocorre fora da companhia não pode ser controlado pela mesma.

Devido a isso, a gestão precisa dar atenção primeiramente aquilo que vem de dentro da instituição, antes de fazer o planejamento externo. As oportunidades e ameaças são estudadas e analisadas com a finalidade de colocar em prática ações voltadas para a ampliação das chances de conquistas e maior atenção com os ataques da concorrência.

Porém, se não houver um maior preparo interno e uma tentativa de ressaltar o que a empresa tem de melhor e corrigir as falhas, o sucesso das ações externas poderá estar comprometido.

Strengths – Forças

As forças correspondem às vantagens que a companhia possui e a analise desse aspecto visa entender como essas forças podem ser aproveitadas da melhor forma possível. Vários pontos podem ser considerados como vantajosos para uma empresa, desde o comprometimento interno da equipe e a gestão eficiente de pessoas até outros aspectos que deixam a empresa em uma condição elevada com relação às outras entidades concorrentes.

Essas forças não podem ser apenas identificadas como uma forma de controle empresarial, elas devem ser melhoradas para que a organização possa usar o que tem de mais forte na busca por obtenção de resultados. Por exemplo, se a empresa tem como vantagem a credibilidade por estar há décadas no mercado, esse aspecto pode ser utilizado de diversas formas a favor da companhia. Desde propagandas que tornem o fato conhecido até promoções e outras ações estratégicas, que podem ser planejadas para garantir que a força carregue a empresa para a posição desejada.

Weaknesses – Fraquezas

A descoberta de fraquezas através de uma análise SWOT pode dizer muito aos gestores sobre as razões para que determinadas estratégias não proporcionem o resultado desejado. Às vezes, a empresa apresenta um bom planejamento mas a falta de clareza na identificação das deficiências podem comprometer o bom rendimento das ações.

Por isso, a ferramenta de construção de uma matriz SWOT é muito útil para que os responsáveis pelo negócio possam trabalhar diretamente nessas fraquezas, antes de planejar ações maiores. No geral, as fraquezas são dificuldades no lado de dentro da companhia que se formam por problemas como as falhas da comunicação interna e a falta de setores para resolver determinadas questões. Com a descoberta dos defeitos no ambiente de trabalho, é possível que a empresa se foque primeiramente na busca por solução e fortalecimento e, logo após o sucesso dessa primeira etapa, será mais fácil obter bons resultados com as estratégias externas.

Opportunities – Oportunidades

Focadas no ambiente externo, as oportunidades são as chances de crescimento e desenvolvimento proporcionados pelo mercado. É também o retorno das ações empresariais e os resultados do cultivo de uma boa imagem com o público alvo.

As oportunidades podem ser diversas e são determinadas, na maioria das vezes, como consequências do esforço interno da empresa ou como possibilidades que surgem independente das ações da instituição. Na análise SWOT, as oportunidades são vistas como as formas de aprimoramento que devem ser aproveitadas na sua totalidade.

Threats – Ameaças

As ameaças também são forças do ambiente externo que estão fora do controle da empresa. Essas preocupações podem ser variadas, mas, no geral, surgem pelas ações da concorrência. A ameaça principal é que o planejamento estratégico de empresas do mesmo setor supere a companhia e ofereça novos produtos e vantagens aos clientes.

Essas ações precisam ser cuidadosamente observadas para que o planejamento interno também considere o que está sendo feito lá fora. Além disso, o aparecimento de novas concorrentes no mercado e as questões que facilitam o surgimento dessas novas empresas também precisam ser estudados.

Diagramação dos dados

Os dados obtidos na análise de forças e fraquezas do ambiente interno e oportunidades e ameaças no âmbito exterior devem ser diagramadas para um melhor entendimento. O ideal é transformar os dados obtidos em gráficos para tirar boas conclusões sobre a atual condição da empresa.

Através de reuniões, essas conclusões podem ser discutidas, visando às alterações necessárias para o bom andamento do negócio. Para que fique claro a todos os gestores que tipo de problemas a companhia carrega e os pontos fortes, é preciso que haja clareza na formação do diagrama. Cada aspecto deve ser ressaltado e muito bem definido na matriz.

Depois da elaboração da matriz SWOT, a entidade terá maiores conhecimentos para planejar o futuro da companhia e fazer algumas previsões para os próximos períodos. A análise SWOT é também uma ótima ferramenta para que a empresa saiba como agir na busca por oportunidades e preveja as possíveis ameaças da concorrência, antes mesmo que uma ação de outra empresa se concretize no mercado. Esse estudo permite também um preparo completo e protege a instituição de futuras crises por uma administração inadequada e falta de visão de mercado.

Rafael Rez

Autor do livro "Marketing de Conteúdo: A Moeda do Século XXI". Possui MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 2013. Fundador da consultoria de marketing digital Web Estratégica. Além de Empreendedor e Consultor, é Professor de Pós e MBA em diversas instituições de ponta. Em 2016 fundou a Nova Escola de Marketing.

Opinar





Patrocinadores

Web EstratégicaMonetizze

Mantenedores

LaharSEMRushLeadLoversSambatechClint.digitalUnbounce

Marketing focado
em resultados!  

Receba o melhor conteúdo de marketing no seu e-mail toda semana: