Nova Escola de Marketing

Afinal, o que é Lobby?

O termo Lobby é definido no âmbito da ciência política como a influência em determinado procedimento de tomada de decisões políticas, em conformidade a uma orientação e interesse, seja ele social ou econômico. A palavra é traduzida para o português como corredor, antessala ou saguão, local este que é a parte de acesso público. Outro significado aplicado ao termo é a de ser uma atividade de pressão a grupos, cujo objetivo é interferir em suas decisões, geralmente em função e favores particulares de grupos específicos. A interpretação deste conceito ao significado da palavra, se deu devido a linguagem ser utilizada na atividade política.

Existem duas vertentes que relatam o início desta atividade, a primeira indica seu surgimento no século XIX nos Estados Unidos, na ocasião que antecedeu a eleição presidencial, os quais antes de tomarem posse, tinham o hábito de ficarem hospedados em hotéis de luxo, locais estes que acomodavam enormes saguões serviram de palco para diversos debates de interesse, entre os futuros presidentes e diversos representantes de empresas. A outra versão, por assim dizer, relata ser na Inglaterra o nascimento desta atividade; a qual surgiu na então denominada Câmara dos Comuns, lugar onde os parlamentares eram abordados antes de suas reuniões; nesta sala os representantes reclamavam e os indagavam sobre seus reais interesses.

Ambas indicam a atividade como sendo uma tentativa de influenciar ou persuadir os governistas, a um determinado interesse ou até mesmo uma decisão política. Os chamados lobbistas são aqueles que praticam a atividade, seja por interesse próprio ou por intermédio de uma determinada organização, governo ou partido político. Porém, o lobby não se limita a esfera política e legislativa, trata-se de uma atividade bastante estudada no campo da ciência política, tanto por sua ampla capacidade de influenciar o poder, como também pelo específico procedimento de tomada de decisões. Por isso, muitas vezes pode ser avaliada como negativa, devido aos chamados grupos de interesse ou grupos de pressão que exercem funções com conotação negativa e contrariam a origem de seu significado real. Muitas vezes este grupos não possuem um objetivo ou ideia organizada e formal e agem apenas com o intuito de defender uma posição, ao tentam impor sua ideia aos tomadores de decisão, independente dos meios a serem utilizados para alcançarem o objetivo.

Em resumo o Lobby pode ser entendido como a atividade de defesa dos interesses, seja de uma pessoa ou de determinada organização ou partido político, com o objetivo de alertar os tomadores de decisão sobre determinadas consequências. Portanto, o lobby tem a função primária de atentar aos fatos que ainda não foram pensados e auxiliar em possíveis alternativas. No entanto, alguns grupos acabam por praticarem o chamado tráfico de influência, onde o decisor acaba tomando certa atitude em troca de vantagem econômica.

Rafael Rez

Autor do livro "Marketing de Conteúdo: A Moeda do Século XXI". Possui MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 2013. Fundador da consultoria de marketing digital Web Estratégica. Além de Empreendedor e Consultor, é Professor de Pós e MBA em diversas instituições de ponta. Em 2016 fundou a Nova Escola de Marketing.

Opinar





Livro Marketing de Conteúdo

Patrocinadores

Web EstratégicaMonetizze

Mantenedores

LaharSEMRushLeadLoversSambatechClint.digitalUnbounce