Livro Checklist – um manifesto pelo gerenciamento simplificado

Gerenciar tarefas e projetos é um problema não só aos que são da área do marketing digital, mas também de pessoas de diversas outras profissões, em diversos contextos. Hoje eu não vou falar de marketing digital, vou dar uma dica de leitura. Indico o livro Checklist, do Atul Gawande. Checklist é um manifesto – o livro em inglês tem o título “The Checklist Manifesto”. Neste livro, o autor explica porque a Organização Mundial de Saúde o convidou para desenvolver um Checklist para medicina. Porque um cirurgião, que estuda seis anos e faz mais dois ou três anos de residência, precisaria de um Checklist para iniciar uma cirurgia? Numa pesquisa feita ao longo de vários anos, eles descobrirram que, com 19 atividades básicas, como lavar a mão, trocar as luvas depois de mudar a iluminação, aplicar o antibiótico uma hora antes da cirurgia – que são procedimentos básicos no mundo da medicina – foi possível reduzir, em porcentagem muito alta, o índice de complicações e de mortes depois de cirurgias. O Gawande resolveu estudar um pouco mais esse assunto, e foi descobrindo como em outras profissões de outros segmentos, o Checklist era utilizado.

Muita gente sabe que no mundo da aviação, os pilotos têm Checklist para tudo: para antes da decolagem, para o momento da decolagem, para caso ocorra algum acidente, para qualquer eventualidade que aconteça – perda de uma turbina, de duas, de quatro – para tudo existe um Checklist quando o piloto está no ar.

No mundo da construção civil, que é o assunto de um dos capítulos do livro, você tem o arranha-céu subindo, e há diversos profissionais trabalhando lá dentro, com concretagem, com elétrica, com hidráulica, com acabamentos, com vidraçaria; e várias dessas especialidades estão trabalhando ao mesmo tempo em partes diferentes da obra, e tudo isso deve ser conversado para que a obra saia a tempo e seja entregue dentro do cronograma especificado.

O Checklist nos fala como podemos utilizar isto em diversos contextos, e como é que simples listagens – nem tão simples assim, a gente vai descobrindo com o tempo – podem ajudar a revisar processos, a gerenciar projetos, e a tornar a vida mais fácil quando há tarefas recorrentes que precisam ser executadas por diferentes profissionais, com diferentes níveis de conhecimento.

É um livro apaixonante, é muito bem escrito, é muito útil para diversas profissões, em diversos contextos. É um dos melhores livros que eu li em 2012. Hoje, ao invés de falar de marketing digital, eu optei por dar esta dica, pois é um tipo de livro que realmente vale muito a pena. É um tipo de cultura que, no escritório, nós já adotamos há muito tempo. A iniciativa de ler o livro, inclusive, tem a ver com conhecer um pouco mais como gerenciar estes Checklist’s e como utilizar isto de uma forma útil, prática e simples no dia-a-dia.

Para quem gosta de ler, é uma leitura rápida, é um livro fácil de ler, é muito bem escrito, foi muito bem traduzido: Checklist, do Atul Gawande.

Rafael Rez

Rafael Rez

Autor do bestseller "Marketing de Conteúdo: A Moeda do Século XXI". Possui MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Fundador da consultoria de marketing digital Web Estratégica. Além de Empreendedor e Consultor, é Professor de Pós e MBA em diversas instituições de ponta: HSM, FGV, Insper, ESALQ/USP. Em 2016 fundou a Nova Escola de Marketing.

Deixar Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Patrocinadores

Web Estratégica

Apoiadores

SEMRushLeadLoversUmbler Hospedagem de Sites