Nova Escola de Marketing

Marketing de Conteúdo: o gerenciamento dos Ativos Digitais

Black Week Marketing Digital

“Ativo” é um conceito contábil para o patrimônio de uma empresa. Equipamentos, máquinas, edifícios, computadores, bens móveis e imóveis, todos eles são ativos quantificáveis. Além dos ativos tangíveis e facilmente quantificáveis, como um computador ou um automóvel, contam também os ativos intangíveis, como o valor da marca, por exemplo.

Os ativos são um dos maiores atrativos de acionistas para uma empresa, pois quanto maior o seu patrimônio, maiores as suas capacidades de investir e gerar mais lucros. Empresa com bons ativos, em geral, é uma empresa lucrativa.

No campo dos ativos intangíveis, aqueles que geram valor, mas são mais difíceis de quantificar, há um tipo de ativo muitas vezes ignorado pelas empresas: os Ativos Digitais.

Um bom domínio pode valer milhões, como o pizza.com, vendido em 2008 por 2,6 de milhões de dólares. Se uma empresa detém um portfólio com bons domínios em seu segmento, certamente cada um deles vale bem mais do que os custos de anuidade e hospedagem.

Imagine o valor que o domínio imobiliaria.com.br poderia ter para uma imobiliária em um grande centro urbano, para o CRECI ou para um portal de imóveis.

Mas só um bom domínio não significa tráfego, nem visitantes qualificados. Para obter uma visitação de qualidade é preciso bem mais que um bom.com.br. Esse é um dos enganos clássicos que o SEO levou muita gente a cometer: fazer conteúdo fraco e contar com um domínio forte para se destacar. Funcionou durante muito tempo, e ainda funciona, mas em breve não será mais o bastante.

Planejamento, Estratégia, Conteúdo de Qualidade, Integração e Relacionamento com os clientes são fatores muito mais importantes do que o domínio. Mas é mais fácil procurar atalhos do que fazer o trabalho duro!

Cada perfil de mídia social é um ponto de contato

Entre os 4 P’s do marketing, o PDV (Ponto de Venda) sempre foi importante para estabelecer um contato direto com o cliente, principalmente o cliente de produtos, que quando compra no varejo tem contato apenas com o produto, muitas vezes sem viver a experiência da marca.

Na internet, as redes sociais revolucionaram o PDV, permitindo que o cliente tivesse contato e vivesse a experiência da marca em vários canais diferentes, não só no PDV.

A isso chamo de pontos de contato, uma vez que a mesma mensagem pode ser transmitida por e-mail marketing, Facebook e Twitter, mas atingir o cliente somente em um desses canais, geralmente o canal de preferência do cliente, e não da marca, não adianta. A marca, neste contexto, tem de se adaptar e chegar onde puder, mas é o cliente quem escolhe quando e onde receber as mensagens.

A importância de criar Ativos Digitais

Ao criar pontos de contato em diversos ambientes digitais a marca está investindo em Ativos Digitais, que tendem a valorizar com o tempo, quanto mais os clientes interagirem com eles.

Se a marca possui um blog, canal de vídeos no YouTube, perfis no Twitter e Instagram e uma fanpage no Facebook, está construindo uma rede de Ativos Digitais, facilitando o contato com esses clientes que interagem com o conteúdo, dão importantes feedbacks e recomendam a marca para os amigos.

Por isso, ao invés de olhar seus “perfis” em redes sociais como simples canais de informação ou relacionamento, a marca deve vê-los como fundamentos essenciais do relacionamento digital. Ao interagir através destes ativos, o cliente fornece mais e mais informações sobre si, criando diversas oportunidades de conexão com os conceitos que cada marca representa.

No mundo do SEO, os perfis sociais são utilizados para construir relevância e gerar links valiosos, mas muitas vezes esquece o principal: manter o perfil ativo e atualizado. É aí que a Social Media se casa com o SEO para ser feliz para sempre!

Ao integrar os diferentes canais de comunicação e relacionamento, temos a oportunidade de gerar valor real, colher informações e preferências dos clientes e entender cada vez mais as suas necessidades e desejos.

É como diz o belo slogan da MasterCard: Marketing de Conteúdo, quando bem implementado, não tem preço!

 

 

Rafael Rez

Autor do livro "Marketing de Conteúdo: A Moeda do Século XXI". Possui MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 2013. Fundador da consultoria de marketing digital Web Estratégica. Além de Empreendedor e Consultor, é Professor de Pós e MBA em diversas instituições de ponta. Em 2016 fundou a Nova Escola de Marketing.

Cursos de Marketing Digital

Opinar

















Patrocinadores

Web EstratégicaMonetizze

Apoiadores

SEMRushLeadLoversSambatechUnbounceHuggyDigital Manager Guru