Nova Escola de Marketing
Indexar e-commerce no Google

Como sua plataforma de e-commerce pode te ajudar a indexar melhor no Google

O sonho de indexar melhor no Google pode ser alcançado com boas estratégias de SEO

O SEO tem o potencial de atrair cada vez mais visitantes qualificados ao seu e-commerce e gerar um impacto significativo nas vendas e nas conversões. Adotar estratégias de SEO pode levar o seu site para as primeiras posições do Google!

O objetivo dessa técnica, além de indexar mais a sua loja, é atrair tráfego qualificado para o seu site. Se você quer atingir isto antes da Black Friday que está chegando, ter um plataforma de e-commerce com SEO amigável é indispensável.

Você não vai deixar de usar essa estratégia, não é? Quer saber como seu plataforma de e-commerce pode te ajudar a indexar mais? Continue lendo o post, vou contar quais os fatores de indexação do Google mais importantes em que sua plataforma interfere diretamente. Vamos lá!

Fatores do site

Para ganhar pontos de rankeamento do Google até a Black Friday para atrair mais clientes, é preciso estar atento à estrutura de URLs. Ela deve ser descritiva e amigável sempre.

Portanto, é importante que sua plataforma de e-commerce garanta que todas as URLs da suas loja virtual são inteligentes, sempre trazendo algum conteúdo relevante de produtos, categorias ou resultados de busca, mesmo se aquela URL não existe mais.

A iSET, por exemplo, é uma plataforma que possui otimizações automáticas ou semi-automáticas (permitem personalização) específicas para estratégias de SEO, o que facilita muito para o seu site indexar o site no Google.

Algo que pode ser bem prejudicial é se o site ficar fora do ar temporariamente por problemas de servidor, períodos de manutenção e outras situações normais, por exemplo. Então, veja se sua plataforma é estável e funciona 100% até mesmo durante o evento da Black Friday.

Em 2014, o Google informou que passaria a incorporar o uso do HTTPS aos fatores de rankeamento. Então, também preste atenção nisso.

Fatores de conteúdo

A presença da palavra-chave na title tag do conteúdo é um dos principais fatores on page. Title tag é uma marcação no código que identifica o título da página para os mecanismos de busca. 

É importante que a palavra-chave também esteja presente em:

  • início da title tag;
  • com frequência no conteúdo principal;
  • títulos H1, H2 e H3;
  • sinônimos usados no conteúdo;
  • meta description;
  • no início do texto/conteúdo principal;
  • URL;
  • Imagens.

Além disso, prefira sempre que os conteúdos produzidos pela sua marca sejam feitos por pessoas com especialidade, autoridade e confiabilidade. 

Pensando nisso, veja se a sua plataforma de e-commerce faz o usa de títulos H1, H2 e H3, meta description, dentre outros detalhes importantes de indexação. 

Uma ferramenta interessante de uma plataforma de e-commerce é a criação automática de relevante de produtos, categorias ou resultados de busca na loja virtual.

A iSET vem como exemplo novamente nesse quesito. A plataforma permite que sejam criados Grupos de Tags que atendem a múltiplos propósitos nos produtos cadastrados na loja virtual. É possível definir múltiplos valores para cada Tag. 

Essa interferência que a plataforma faz é muito benéfica para as lojas virtuais hospedadas nela, uma vez que essa tecnologia é muito bem vista pelo Google, posicionando melhor o e-commerce que a usa!

Fatores da página

Erros de HTML e links quebrados levam os visitantes a páginas de Erro 404 podem ser o pior erro se seu objetivo é melhorar o rankeamento da loja virtual no Google.

Um exemplo de como a plataforma pode interferir na indexação da sua loja é o sistema de Redirect 301 e 302 da iSET. Esses redirecionamentos podem ser cadastrados manualmente no painel de controle da loja virtual ou através de importação via planilha.

Além disso, também há tratamento automático de URLs de várias outras plataformas populares do mercado, onde a plataforma de e-commerce da iSET faz o redirecionamento automático.

Um boa dica sobre os fatores de rankeamento da página é ter páginas mais próximas da home do site, pois elas tendem a ganhar mais pontos com o Google! Também é importante que elas estejam em suas categorias correspondentes que faça sentido.

Organização do conteúdo é essencial para usabilidade e ajuda o Google a entender suas páginas. Uma boa dica é usar Sitemap. Dentre alguns recursos de SEO da plataforma de e-commerce da iSET há o sitemap particionado, por exemplo.

Além disso, também existem outras ferramentas que são importantes, como controle de Meta Tags em níveis global, categorias e produtos, geração automática de thumbs de imagens em WEBP e integração com Google Analytics e Adwords.

Sendo assim, leve todos esses fatores em conta na hora de montar suas estratégias de SEO, uma vez que a sua plataforma de e-commerce pode te ajudar e muito na indexação no Google para atrair muitos clientes e vender mais na Black Friday!

Gostou desse conteúdo? Continue aprendendo sobre e-commerce e estratégias de venda!

Agora você já sabe quais são as formas que uma plataforma de e-commerce consegue interferir diretamente na sua loja virtual e quais são os pontos a serem pensados ao contratar uma plataforma! Boa sorte e boas vendas!

.

.

.

===

Este artigo foi desenvolvido pela iSET: uma Plataforma de e-commerce completa para criar uma loja virtual que realmente tenha resultados, onde você encontra todos os recursos necessários para criar uma loja do zero ou vender pela internet de forma mais lucrativa

Giovanna Salgado

Giovanna Salgado

Graduando Letras na UFMG, colecionando idiomas e estagiária no setor de comunicação e marketing na iSET.

Deixar Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Patrocinadores

Web Estratégica

Apoiadores

SEMRushLeadLoversiSet E-CommerceiSet E-Commerce