Nova Escola de Marketing

Como fazer o pior blog do mundo

Por Rafael Rez

Virou moda fazer posts com listas das “10 melhores coisas” e “4 formas infalíveis” de fazer sei-lá-o-quê, então resolvi iniciar o ano com anti-dicas, tudo que você não deve fazer se quiser ter algum sucesso na conversa com a sua audiência.

O Marketing de Conteúdo é baseado na conversa com os clientes, e na educação deles no processo de aprendizado sobre produtos ou serviços, e um blog que não conversa com os clientes não serve para muita coisa.

É prudente avisar que todas as dicas abaixo são ironia pura, não as leve a sério! Mas se lembrar de alguém que faz isso, mande esse post pra ele 😉

O que fazer para conseguir ter o pior blog do mundo para a sua empresa!

Guia passo-a-passo para não fazer um blog:

1) Às segundas-feiras, poste a “Palavra do Presidente”, informando que a fábrica está a 142 dias sem acidentes de trabalho e dizendo que todos na empresa são como se fossem da família, até mesmo os funcionários terceirizados pela redução de custos e os estagiários que não recebem vale-refeição porque só trabalham meio período.

2) Escreva de modo complexamente difícil, para parecer deveras inteligente.

3) Poste fotos dos funcionários no seu stand vazio, numa feira qualquer. Os clientes adoram ver os sorrisos amarelos dos vendedores em feiras inúteis!

4) Fale sobre seu produto, sobre o fato dele ser melhor que o concorrente, mas não diga como nem porquê. Seus clientes são a maior prova da sua superioridade.

5) Escreva textos longos, chatos e cheios de detalhes inúteis. Todo mundo quer saber como os filetes de rolamento são fabricados seguindo a ISO 14.321, passo-a-passo.

6) Repita as palavras-chave várias vezes a cada frase, em todos os parágrafos, para ser o primeiro resultado do Google para essa palavra-chave. Se você não repetir a palavra-chave várias vezes, pode ser que o Google não entenda que seu texto é sobre palavras-chave. Na dúvida, coloque a palavra-chave em negrito.

7) Esconda o nome de quem escreveu o post, e não dê nenhuma forma de contato com este funcionário, afinal, o concorrente pode querer contratá-lo.

8) Não coloque links para outros posts nem para o seu site. Você não quer que um leitor se confunda, clique no link e pare de ler o texto, não é mesmo?

9) Se for colocar links, escreva “clique aqui” em todos os links, assim ninguém tem como adivinhar o que encontrará depois de clicar. Clique aqui para saber mais.

10) Não coloque imagens no texto, nem diagramas, nem nada que possa ajudar o leitor a entender o que o texto está explicando. Se ele não entendeu a explicação, é porque ELE é burro.

11) Não insira vídeos. É um blog, não um programa de TV. Porque alguém iria ver um vídeo em um blog, afinal?

12) Use uma fonte bem pequena no CSS do site, e parágrafos bem longos, quanto mais o blog parecer um livro ou um jornal, mais cara de importante e influente ele terá.

13) Nunca convide outras pessoas pata escrever no blog. Ele é só seu, e você não quer um estranho falando asneiras justo no seu blog!

14) Nunca peça para ninguém se cadastrar no blog, é muito chato ficar enviando posts para as pessoas. Quem quiser ler o blog lembrará sozinho de voltar para ler.

15) Esqueça o lado humano e emocional das pessoas. Decisões de compras devem ser totalmente racionais, então nem pense em contar histórias fofinhas de outros clientes e mostrar cases, uma empresa não deve fazer isso.

Se conseguir executar todas essas dicas simultaneamente, há uma grande chance de que seu conteúdo não sirva para absolutamente nenhum cliente seu, e logicamente para nenhuma das suas personas. E é isso mesmo que toda empresa quer: um blog que ninguém lê, e que não ajuda ninguém!

=====================

Parece até piada, mas infelizmente não é. A realidade é que muitas empresas ainda não entendem as mudanças culturais que a internet trouxe, e também não entendem que as pessoas querem lidar com pessoas e não com máquinas. Faça exatamente o contrário de tudo que listei acima, se quiser que seus potenciais clientes consumam seu conteúdo e se tornem clientes efetivos da sua empresa.

Se você odiou essas dicas acima, compartilhe no Facebook, o autor de outro blog chato deve estar espionando seus posts!

Anônimo

Rafael Rez

Autor do bestseller "Marketing de Conteúdo: A Moeda do Século XXI". Possui MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Fundador da consultoria de marketing digital Web Estratégica. Além de Empreendedor e Consultor, é Professor de Pós e MBA em diversas instituições de ponta: HSM, FGV, Insper, ESALQ/USP. Em 2016 fundou a Nova Escola de Marketing.

1 Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Patrocinadores

Web Estratégica

Apoiadores

SEMRushRD StationLeadLoversiSet E-CommerceiSet E-CommerceActiveCampaignReporteiSERPstat