Quais as perspectivas do e-commerce e as vantagens de vender online

Um mercado múltiplo, que cada dia que passa nos surpreende pela sua evolução e desempenho na América, o e-commerce promete muito para os próximos anos! O mercado de varejo online deverá crescer de 17% a 25% até o final de 2020, de acordo com estudo da consultoria PwC. 

Outros mercados asiáticos, como a Índia, estão no caminho de seguir essa mesma trajetória. Mas como tudo, eles também começaram do zero. O varejo por lá começou seu processo de inovação copiando modelos de negócios de empresas como a Amazon. Depois veio o investimento massivo em tecnologia e logística no mercado local. 

Agora, quem leva vantagem são aquelas empresas que buscam parcerias que trazem mais valor e potencial tecnológico aos negócios, sempre inovando e acompanhando as novidades do mercado mundial.

Antes de começar a falar do futuro do e-commerce, precisamos entender qual é a situação atual. Como ele cresceu nos últimos anos?

Segundo levantamento feito pela Nielsen, o setor já apresentava forte crescimento em 2018, faturando mais de 53 bilhões de reais no período e expandindo 12% em relação a 2017. Foi preciso apenas um semestre em 2019 para que o mesmo percentual fosse alcançado — mais 12% de crescimento do faturamento, demonstrando o potencial ainda latente e a demanda cada vez maior do público por esse modelo de varejo.

2018 e 2019 se tornaram anos de consolidação na área, em que o consumidor cativo aumenta a frequência e o valor de suas compras, enquanto um novo público constante é criado. Quem vem investindo em e-commerce tem muitos motivos para comemorar.

Agora, sobre as perspectivas do e-commerce. Pesquisas já apontam alguns dados significativos e muito positivos!

2020 pode ser o ano em que o comércio online global finalmente quebre a barreira dos 50% do total de compras no varejo, a maioria delas será feita online por lojas virtuais e aplicativos de lojas, afinal, mais de um quarto da população brasileira vai fazer compras online em 2020!

Além Disso, a média de crescimento no faturamento acima dos dois dígitos deve se manter para os próximos anos, sem sinal de esfriamento nessa expansão e sim de potencialização.

Esses são números impressionantes e que demonstram novas oportunidades e espaço para negócios serem criados, se reinventarem e se consolidarem. Também é importante ressaltar que o espaço que estará ganhando mais atenção pelos consumidores serão as lojas virtuais. É considerada um dos principais canais de venda com comércio eletrônico (e-commerce).

Uma loja virtual é uma ferramenta que tem por objetivo promover negociações de compra e venda de produtos através da internet. Atuar no segmento é mais simples e bem mais barato quando comparado com o investimento que se tem ao montar uma empresa física.

Uma loja virtual é um modelo de negócio de uma única marca. Em uma loja virtual, há um controle total dos códigos, da hospedagem, das melhorias e integrações. Além disso, a personalização e a gestão são livres!

Sendo assim, criar uma loja virtual pode ser um investindo muito vantajoso, tanto para quem vende em marketplace, rede social ou loja física como para quem está começando agora.

Se você se convenceu de que este é o melhor investimento e ainda não sabe qual plataforma de loja virtual escolher para o seu negócio, a iSET pode ser uma ótima opção! 

A iSET, por exemplo, é uma das únicas plataformas de e-commerce no Brasil a manter uma disponibilidade superior a 99,8% e a passar tranquilamente pelas últimas Black Fridays com 100% de disponibilidade em todos os serviços.

A iSET é um dos principais Parceiros de Tecnologia Avançada da Amazon AWS, sendo a única plataforma de e-commerce com infraestrutura 100% em nuvem.

Vantagens de vender online!

Você pode alcançar mais potenciais clientes

Enquanto uma loja física atende clientes regionais, a Internet não tem fronteiras. Seu cliente pode estar em qualquer lugar do país ou até do mundo.

A loja virtual permite aumentar o alcance da marca. Isso porque é possível trabalhar apenas com a imagem de sua marca de forma mais exclusiva, investir em técnicas de marketing especificamente. Estratégias de marketing digital focadas na atração de clientes são muito mais efetivas para lojas virtuais.

Além disso, uma loja virtual fica aberta 24 horas por dia. A qualquer hora do dia, qualquer dia da semana, seu cliente consegue pesquisar, ver e comprar seus produtos.

Baixo custo de manutenção

Se comparado a qualquer negócio físico, uma loja virtual tem custos de implantação e manutenção mais baixos, principalmente quando você precisa ampliar seu mercado.

Além disso, em uma loja virtual é possível modificar o layout, adicionar ferramentas, entre outras medidas personalizadas para o seu público-alvo — algo que nem sempre é possível em um marketplace ou rede social  — de forma gratuita!

Maior visibilidade dos produtos

Um cliente que entra em uma loja virtual consegue de modo muito mais fácil encontrar qualquer produto que você vende. Com ferramentas de pesquisas e filtros, o consumidor encontrará o que deseja de forma rápida e fácil.

Diferentemente das redes sociais, nas quais informações acabam se perdendo no fluxo constante de postagens; e marketplaces, onde os anúncios de seus concorrentes fica ao lado do seu, as lojas virtuais são organizadas e de fácil navegação. 

Profissionalismo e segurança

Tendo uma loja virtual, você tem um espaço que é totalmente seu. É estável e seguro. Lá estão todos os seus clientes fiéis e seus produtos cadastrados.

As tecnologias empregadas nas grandes plataformas de e-commerce incluem um alto nível de segurança.

Comprar pela internet não inspira mais tanta desconfiança quanto no passado. O e-commerce conquistou o consumidor e tem um espaço no mercado muito bem consolidado.

Pouco importa o porte do negócio – quando o consumidor compra em uma loja virtual, tem a sensação de estar lidando com uma empresa séria, profissional e segura, o que nem sempre acontece em uma transação via rede social, por exemplo.

Melhor controle de pedidos e relatórios

A loja virtual não só promove a praticidade na compra a qualquer momento, como também possibilita um controle cuidadoso de cada pedido. A gestão de vendas com o auxílio de uma plataforma de e-commerce é muito mais prática e organizada.

Uma boa plataforma de e-commerce disponibiliza inúmeros relatórios: de acessos, origem do tráfego, carrinhos abandonados, clientes, pedidos, pagamentos, produtos, auditoria de usuários e outros mais.

Ferramentas Integradas

As plataformas costumam contar com algumas integrações com formas de pagamento, frete, sistemas ERP e Marketplaces, que facilitam tanto a vida dos lojistas como a dos clientes.

Gostou do post? Deixe seu comentário e veja mais conteúdos deste tipo aqui!

Este artigo foi desenvolvido pela iSET: uma Plataforma de e-commerce completa para criar uma loja virtual que realmente tenha resultados, onde você encontra todos os recursos necessários para criar uma loja do zero ou vender pela internet de forma mais lucrativa.

Giovanna Salgado

Giovanna Salgado

Graduando Letras na UFMG, colecionando idiomas e estagiária no setor de comunicação e marketing na iSET.

Deixar Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Patrocinadores

Web Estratégica

Apoiadores

SEMRushLeadLoversUmbler Hospedagem de Sites